sábado, 24 de maio de 2014

Pauta do Amor

                            

Foto: Marta Ferreira
 
 
Esticas o braço.

Prolongo-te com a mão.

Estendo o arco.

Faço vibrar o que existe no teu corpo.

Fragmento-te.

 

Entre (a)braços

quebram-se os silêncios.

No contacto com o meu corpo

a poesia transforma-se em canção.

A melodia (que me deixa)

nua,

faz-me tua

com paixão.

 

Somos um.

Sem dó.

Fecho os olhos.

Sei onde estás.

Somos o encaixe perfeito

entre as pernas e o peito.

 

Dissolvo-me em viagens auditivas.

Cubro-me com as tuas

marcas sensitivas.

Perpetuo-me.

 

Ocultas-me atrás do véu

da paixão.

Fico atrás de ti.

Possuo-te lentamente.

Desvendo-te.

 

Sou a lua cheia.

Sou o centro do universo.

Apagas as palavras.

Falamos línguas no reverso

da boca.

 

Adivinho o teu desejo

que fica no espasmo

do que toco.

 

Fecho os olhos.

Perco a visão.

Resta-me apenas a audição.

Reescrevo o teu eco

num delírio enfeitiçado

nas pautas do Amor.

4 comentários:

  1. Boa tarde

    Brilhante!!

    Tenha um sábado muito feliz.

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Lindos seus momentos enfeitiçados de emoção erótica.
    Boa tarde.

    ResponderEliminar
  3. Increible Las Palabras Siempre Traerán Paz ,Cordialidad, Calificativos, Adjetivos Bien Extructurado Dentro de Una Frase Tiene Mucha más Fuerza que Millones de Ejércitos, Por Qué Así Ya se ha Comprobado.

    ResponderEliminar