domingo, 4 de outubro de 2015

A luz


 
 
Foto: Palchyk Iuliia
 
Nessas pedras tão finas,

roucas

que quase perderam a voz,

fiz delas um eco

a sós.

 

Fizeram-me

escrever  nas paredes,

mantendo os  olhos fechados

para não olhar

 para os lados.

 

Despiram-me de preconceitos

e vesti-me de clausura.

Fiz-me direita e

comprometida,

ausente de oração.

Olhava pela janela,

com a mão na tentação.

 

Não foi entre o rosário

que descobri os mistérios

de um amor

que vive no sacrário.

 

O meu tronco horizontal

por entre as sombras

fez a luz vacilar,

quando descubro o mundo que

existe para além de mim.

 

Encontram-se águas revoltas

que embatem contra as ruínas.

É esse o prazer de saber

que é das mãos

que vem a luz.

Só existimos depois disso.

31 comentários:

  1. Olá amei seu cantinho!!!!!!!!!!! seguindo!!!!!
    http://gigicandy29.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    É muito bonito o que você cria. Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Que versos mais lindos e puros!
    Gostei muito.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  4. Tão cheia de almas, sou um passante pela tua casa clara e impregnada de poesia. Porque gostei, me detive. Prometo voltar outras vezes, se houver consentimento.
    Forte abraço, .

    ResponderEliminar
  5. Gostei de a encontrar
    gostei do que escreveu

    "E existe um mundo pata além de ti"...

    E amei!

    Maria Luísa

    "os7degraus"

    ResponderEliminar
  6. Quantas vezes nas pedras se ouve as vozes de silêncios!
    Lindo poema.
    Parabéns

    ResponderEliminar
  7. Não foi entre o rosário
    que descobri os mistérios
    de um amor.
    lindo poema!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Magia...! o teu poema,
    Um encanto que saiu do mais profundo da alma...
    " AMEI "
    Esperando outros para me encantar...
    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Inspirado o seu poema, gostei de ler.

    Bem haja pela sua visita.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Inspirado o seu poema, gostei de ler.

    Bem haja pela sua visita.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Me gustó. Encantada de conocerte
    Abrazo

    ResponderEliminar
  12. A luz... Procuramos sempre a luz para nos inspirarmos...
    Gostei muito...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  13. A luz... que sempre nos guia e inspira...
    Passando por aqui... para agradecer a tua visita e simpatia, por lá no meu canto, em artandkits.blogspot.com e ficar a conhecer este espaço tão agradável, que terei imenso gosto em visitar futuramente!
    Voltando aos blogues, por estes dias... após alguns dias de ausência...
    Beijinhos! Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar
  14. Boa noite, Aqui estou a descobrir o seu cantinho e agradecer a visita ao meu
    Adorei este poema, o único que ainda li) Em especial este trecho
    // Fizeram-me

    escrever nas paredes,

    mantendo os olhos fechados

    para não olhar

    para os lados. //

    Parabéns !!

    ResponderEliminar
  15. OI ANA!
    QUANDO A LUZ BRILHA ATRAVÉS DAS PEDRAS...
    LINDOS TEUS VERSOS.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Olá Ana,

    Através do seu pedido-convite, aqui estou apreciando!

    A dimensão da luz é incomensurável...

    Belo o seu espaço de arte!!
    Apreciei muito a leitura que fiz aqui...
    Abraço de paz.

    ResponderEliminar
  17. ...Ana querida,
    agradecendo a tua visita digo-te que este teu canto
    é um encanto e eu vou favoritá-lo no meu!

    respiramos poesia por aqui!

    um beijo, linda poeta!

    ResponderEliminar
  18. Quero agradecer sua visita no meu cantinho, já estou seguindo aqui e encanta com tudo.
    bjokas =)

    ResponderEliminar
  19. É a luz que nos guia e só ela nos ajuda.

    ResponderEliminar
  20. belíssima cascata de imagens poéticas!...

    gosto. deveras!

    beijo

    ResponderEliminar
  21. A luz. Aquela que procuramos sempre para que a escuridão não nos sufoque...
    Belo poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  22. É lindo seu cantinho de poesia
    A voz se declara,nesta escrita táo bela...Ao olhar por uma janela os pensamentos voam ao sabor dos mistérios de amor...

    Bjo

    ResponderEliminar
  23. Adorei o seu espaço, a sua escrita. Voltarei para a ler muitas vezes.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  24. Boa noite
    Passei pelo teu cantinho para te agradecer sua visita ao meu blog.
    Beijos

    ResponderEliminar
  25. Olá, gostei do blog.
    Também tenho um onde coloco algumas poesias minhas. Poderia dar uma olhada?
    http://wordsbyalonelyguy.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  26. Muito belo o poema e também o blogue.

    Bjs

    ResponderEliminar