quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Porque às vezes não tens razão….



Porque qualquer pessoa pode matar.

Sabes que tu es tudo menos racional.
Não te importas que te chamem de louco (a)
Pois para ti “ela” é apenas um véu do qual não necessitas
E que quando gritas
São apenas os ecos da tua mente
Que ecoam no silêncio
Esculpido pela razão
Que acabou gritando mais alto e te encobriu.
Encobriu a face oculta que por devaneio ou em momentos de grande dor
Surge revelando a verdadeira essência do ser.
Revelam-se os instintos
Revelam-se as vontades que são apenas as verdades daquilo que és.
O que apenas faz sentido é libertar mesmo que para isso se tenha de usar punhais.
E algo mais que não usarias se estivesses naturalmente racional.
Por que a cobrimos?
Vergonha, necessidade, medo
Se por vezes não vale a pena descobrir
Outras é preferível revelar pois a não revelação pode resultar
Na destruição do ser e dos que o rodeiam.
Porque qualquer pessoa pode matar

1 comentário:

  1. Puxa, fiquei sem ter o que dizer...gostei muito!

    Beijos pra Ti

    ResponderEliminar